Nosso Amor: Eric & Alessa (Princesa de Gelo, de Thayane Gaspar)


 Há muito tempo quero falar sobre esse casal mais que especial do livro "Princesa de Gelo" da autora nacional Thayane Gaspar.

Eric & Alessa não faz parte daquela categoria de casal que se conhece numa festa, se apaixonam, namoram e são felizes para sempre - não necessariamente nessa ordem. Por trás do primeiro encontro inusitado deles tem muitos outros acontecimentos entrelaçados.

A salvação de Alessa está em um garoto com olhos verdes, passos firmes, 1,87 de altura, cabelos loiros que se encontrava o tempo todo perto dela, frequentando a mesma escola, o mesmo corredor. E como a personagem narra " tendo passado por ele invisível em vida, acabou chamando-lhe a atenção na morte", pois é com a tentativa de Alessa tirar a vida que os dois passam a se conhecer e a se importar um com o outro. Não que ela queira, pois deixa bem claro que não quer contato com ele, mas Eric é persistente e consegue escalar esse 'obstáculo'.
"Quase não acreditei que finalmente alguém realmente gostaria de saber, me entender, de descobrir, me decifrar."
Uma das coisas que mais me cativou nessa narrativa e linda história sobre o medo de amar alguém é que a personagem o tempo todo muito sincera, deixando o leitor a par de cada pensamento, até o talvez que você ache ser irrelevante.

Cada parte dela tenta lutar contra o carinho que Eric passa a nutrir, porém ele a preenche e a acalenta através de um sentimento. Não se faz necessário toque, carinhos, beijos. Tudo começa por dentro e transparece aos olhos do leitor. E foi isso que mais me fascinou, que não foi preciso expressões públicas de afeto para saber que ali existia mais que uma amizade.
"Eu queria muito, virar a página seguinte, poder ver se um dia aquilo que estava me hipnotizando podia ser um sentimento, que não se esvairia num beijo."
Apesar de ter seus próprios fantasmas, Eric é tão otimista, compassivo, com sonhos como qualquer outro e tão apaixonado que não aguentar ver uma jovem se afundar em sua própria solidão. E é lindo vê-la admitindo isso, mesmo que na maioria das vezes não diga isso pra ele.

Um casal profundo que traz à tona questionamentos sobre o verdadeiro amor, porque se apaixonar e entregar seu coração a quem talvez não cuide bem dele. Te absorve e faz suspirar até o desfecho - e se você tiver um coração mole arranca suas lágrimas.
"Queria ter tido um coração para dizer que ele batia rápido quando ele estava por perto."

1 comentários:

Luana Costa disse...

Seu Blog está lindo!!